Modo de exibição:
Mostrar:

Receita Operacional Líquida
Receita Operacional Líquida: corresponde ao total de vendas do período. Vendas podem ser tanto de Mercadorias quanto Prestação de Serviços, ou mesmo as duas juntas. Antigamente, as empresas informavam a Receita Bruta e também detalhavam as deduções sobre a receita bruta, principalmente os impostos estaduais (ICMS) e os impostos federais incidentes sobre esse faturamento (os mais conhecidos são PIS/ Cofins e IPI), mas desde 2011, as receitas já divulgam a receita líquida de impostos, o que dificulta cálculos mais assertivos relacionados a preço x quantidade ou mesmo cálculo de prazo médio de recebimento, uma vez que a inadimplência de um cliente é o total da conta, que já inclui os impostos ali incidentes. Se não existe essa abertura, o cálculo correto fica um pouco prejudicado.
Despesas Gerais e Administrativas
Despesas Gerais e Administrativas corresponde a todo gasto necessário para a exploração e manutenção da atividade de uma empresa, que não estejam relacionadas diretamente com a prestação do serviço ou mesmo fabricação de produto/ mercadoria. São exemplos de Despesas Gerais e Administrativas: a) Despesas de vendas: comissões, fretes, seguros de transporte, propaganda e publicidade; b) Despesas Administrativas: Salários e encargos do pessoal administrativo, Aluguéis, água, luz, gás, telefone do prédio Administrativo (os mesmos gastos do prédio da fábrica fazem parte do custo de produção. Caso seja um único prédio, a empresa deve mensurar quanto de área é direcionada ao pessoal administrativo e quanto de área é destinado ao processo de produção, para se efetuar um cálculo correto do que é custo de produção e do que é despesa administrativa). c) Outras despesas corresponde a quaisquer outros tipos de gastos que não estejam descriminados nos itens acima.
Resultado Financeiro
Corresponde a diferença entre as Receitas Financeiras menos as Despesas Financeiras
Despesas Financeiras
De maneira simplificada vamos considerar as despesas financeiras como sendo atualização financeira sobre itens do balanço, na parte do Passivo, tais como os Encargos/Juros e Variação Cambial sobre Empréstimos e Financiamentos e atualização monetária sobre itens do passivo que variam ao longo do tempo, como por exemplo as contingências fiscais, que ainda que estejam sendo questionadas junto à Justica devem ser corrigidas pela Selic (índice que atualiza financeiramente as obrigações do Governo Federal).
Receitas Financeiras
De maneira simplificada vamos considerar as receitas financeiras como sendo atualização financeira sobre itens do balanço, na parte do Ativo, tais como a Receita sobre Aplicações Financeiras e a atualização monetária sobre o Contas a receber de clientes em atraso.
Impostos sobre o Lucro
Imposto de renda e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido. Aqui o conceito de Lucro Líquido é do ponto de vista fiscal, ou seja, existe uma apuração do que vem a ser um lucro para fins tributários e normalmente ele é diferente do lucro líquido apresentado pelas empresas. No Brasil, para fins de simplificação, o percentual nominal é de 34%, o que corresponde a 9% de Contribuição Social mais 25% de Imposto de Renda, mas existem regras específicas, de acordo com o tamanho da empresa e o seu lucro.
Minoritários
Grandes grupos econômicos são formados por mais de uma empresa. Quando isso acontece, é comum que uma dessas empresas que compõem grandes grupos tenha mais de um sócio. Nesses casos, o que acontece é que o acionista majoritário tem mais poderes do que o acionista minoritário e não somente pelo tamanho, mas também por questões de governança, questões técnicas e mesmo questões de conhecimento do negócio. Assim sendo, esses grandes grupos reconhecem como fazendo parte de seus negócios essas empresas que são compartilhadas. E a parcela que não lhes corresponde está aqui representada nessa linha chamada Minoritários. Nessa linha está reconhecida a parcela do lucro que não é do grupo econômico, mas sim do acionista que é minoritário em uma das empresas que compõem o grupo econômico.
Lucro Líquido

É o resultado final das operações de uma empresa num determinado período. A fórmula é a seguinte:

(+) ROL ( Receita Operacional Líquida)

(-) CPV (Custo dos Produtos e Serviços Vendidos)

(-) DGA (Despesas Gerais e Administrativas( 

(+-) Resultado financeiro (Despesas e Receitas Financeiras) 

(-) IR/ CS  (Impostos sobre o Lucro - imposto de renda e contribuição social)

(-) Minoritários (Acionistas que não fazem parte do grupo econômico controlador)

(=) Lucro Líquido

Custo dos Produtos e Serviços Vendidos
Custo dos Produtos e Serviços Vendidos: compreende todos os gastos necessários para se produzir um produto ou serviço que foi vendido. Os custos vinculados a produtos que ainda não foram vendidos encontram-se no estoque.
Earnings Before Tax (Lucro antes de IR/CS)
Earnings Before Taxes ou Lucro Antes de IR/CS (LAIR): Lucro apurado antes do Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o Lucro.