Modo de exibição:
Mostrar:

Cauções e depósitos em garantia
Valores depositados numa conta bancária especifica, com uma obrigação relacionada. A mais conhecida é o Depósito Judicial que é um valor depositado numa conta bancária vinculada a uma disputa judicial. Além dos depósitos judiciais, existem contas vinculadas a empréstimos, por exemplo: um banco empresta para uma empresa e exige que nessa conta vinculada esteja sempre um valor em conta correspondente a 3 meses de juros devidos sobre a dívida.
Impostos a recuperar de longo prazo
São todos os impostos pagos ou retidos que poderão ser utilizados para abater de impostos a pagar de mesma natureza, num prazo superior a 12 meses. Os principais são: ICMS (sobre compra de imobilizado), PIS/ Cofins, IPI e IR sobre Aplicações Financeiras. O IR (imposto de renda) pode ser de outras naturezas, como o IR sobre Estimativa, que é recolhido mensalmente ou trimestralmente e poderá ser utilizado para abater ou compensar de IR sobre rendimentos da Pessoa Jurídica: IRPJ. Pode haver também o ISS (Imposto sobre Serviços) para as prestadoras de serviço.
Outros ativos de longo prazo
São todas as contas constantes no Ativo não Circulante que não foram destacadas anteriormente nas contas do grupo. Exemplos que podem constar nessa conta são: Despesas Antecipadas, Adiantamento a Fornecedores, e quaisquer outros valores que terão um prazo de realização superior a 12 meses
Investimentos
Investimentos faz parte do subgrupo Ativo Permanente, do grupo do Ativo não Circulante. Essa conta representa as participações e aplicações financeiras de caráter permanente, com o objetivo de gerar rendimento para a empresa que possua-o. São exemplos de Investimentos: - Obras de arte; - Investimentos em ouro; - Propriedades para investimento ou Bens de Renda (exemplo de imóveis, terrenos ou edifícios alugados para terceiros); - Participações societárias em empresas
Imobilizado tangível
O Imobilizado Tangível faz parte do subgrupo Ativo Permanente, do grupo do Ativo não Circulante. No Imobilizado estão todos os bens e direitos que são utilizados para a manutenção das atividades usuais da empresa, servindo para a sua estrutura. E que a empresa não pretenda se desfazer num período curto de tempo. São exemplos de itens do Imobilizado: - Imóveis - Terrenos - Edifícios - Máquinas e equipamentos - Móveis e utensílios - Veículos - Minas e jazidas; - Florestamentos e reflorestamentos - Depreciação, Amortização e/ ou Exaustão acumulada dos itens acima, quando aplicável.
Imobilizado Intangível
O Imobilizado Intangível faz parte do subgrupo Ativo Permanente, do grupo do Ativo não Circulante. No Imobilizado Intangível estão todos os bens e direitos que possuem valor econômico mas não possuem forma física (ou tangível - "não podem ser tocados"). São exemplos de Imobilizado Intangível: - Softwares - Fundo de comércio adquirido - Marcas (Natura, Sadia, Perdigão, por exemplo) - Patentes - Direitos de exploração de serviço público - Direitos autorais - Licenças - Amortização acumulada dos itens acima descritos, que é o desgaste do valor ao longo do tempo.
Total do Ativo (Ativo Circulante + Ativo não Circulante + Ativo Fixo)
Somatório do Ativo Circulante + Ativo não Circulante + Ativo Permanente
Fornecedores de curto prazo
Todas as aquisições de mercadorias, produtos e serviços que são adquiridos a prazo e cujo prazo de vencimento de até 12 meses estão registrados nessa conta.
Obrigações sociais e trabalhistas
Valores a pagar referente encargos sociais e trabalhistas. Como exemplos temos: FGTS, INSS, 13o. salário, Férias e seus respectivos encargos.
Impostos a recolher de curto prazo
São os impostos a recolher de curto prazo, ou seja, com vencimentos em até 12 meses. Como exemplos temos: PIS/ Cofins, IPI, ISS, ICMS além do Imposto de Renda e Contribuição Social (IR/CS)