Modo de exibição:
Mostrar:

Impostos a pagar de longo prazo
Impostos a recolher compreende todos os impostos que as empresas pagam, seja por
Capital de Giro
Capital de Giro é o saldo das operações de curto prazo. Considera as seguintes contas: (+) Ativo circulante total (-) Disponibilidades (-) Dividendos a Receber (-) Passivo Circulante (+) Dívidas de curto prazo (+) Dividendos a pagar Exclui-se as Disponibilidades do Ativo Circulante, pois a Disponibilidade é consequencia dos recursos recebidos ou pagos; Dividendos a receber também é excluído do Ativo Circulante pois é consequência do lucro das controladas; Do Passivo Circulante excluí-se as dívidas de curto prazo, pois são recursos provenientes de terceiros; Dividendos a pagar excluí-se do Passivo Circulante pois reflete a parcela do lucro líquido do exercício que será destinada aos sócios, ou seja, é consequência de eventos passados. Basicamente, o capital de giro é o recurso proveniente das operações de curto prazo da companhia. Está relacionado ao saldo de Contas a pagar e Contas a Receber, Estoques, Impostos a recuperar e a Recolher, sempre de curto prazo.
Capital Circulante Líquido

CCL = AC - PC

Capital Circulante Líquido é a diferença entre o Ativo Circulante e o Passivo Circulante em termos monetários.

Dívida Bruta
Dívida bruta representa o total de dívida que a companhia tem em seu balanço, relacionados a empréstimos e financiamentos, tanto de curto quanto de longo prazo, principalmente junto a instituições financeiras. As dívidas com fornecedores, controladas estão registradas nas suas respectivas rubricas.
Dívida Líquida
Dívida líquida é a Dívida Bruta diminuída do saldo em Caixa.
Dívida Bruta/ EBITDA
Dívida bruta em relação ao EBITDA é indicador que representa endividamento. No caso, quantas vezes o EBITDA é necessário para liquidar uma dívida bruta. Indicador utilizado por bancos, principalmente, para verificar a capacidade que a Companhia tem em saldas suas dividas com sua geração de caixa operacional (simplificadamente medida pelo EBITDA)
Fluxo de Caixa Operacional
É o quanto a empresa consegue gerar de caixa através de sua atividade principal. Conceito muito parecido com o EBITDA, mas aqui reflete diretamente os recursos financeiros (dinheiro) que foram gerados em um período de tempo (mensal, trimestral, semestral ou anual).
Benefício pós emprego
Opção de Venda de Participação em Controlada
Imóveis a Comercializar
São os valores relativos a Terrenos e Imóveis que estão em construção e cujo prazo de colocação a venda e comercialização é superior a 12 meses. Normalmente esta conta aparece em empresas que administram, constroem, incorporam empreendimentos imobiliários tais como: Gafisa, PDG, Helbor, Direcional, dentre outras.