Alpargatas
- Principais riscos que a própria Companhia enxerga e assume

Principais riscos da Companhia

Operações fabris

As operações fabris da Alpargatas são realizadas em quatro fábricas no Brasil, localizadas nos municípios de Santa Rita e Campina Grande, ambas na Paraíba; em Carpina, Pernambuco; e em Natal, no Rio Grande do Norte. Essas quatro plantas contam com o apoio de nove fábricas satélites, localizadas em municípios dos Estados da Paraíba e do Rio Grande do Norte. As plantas são responsáveis pela fabricação de sandálias e de calçados esportivos, profissionais e casuais. A ocorrência de sinistros como incêndios e outros acidentes pode causar danos às instalações e aos estoques, interrompendo a produção e a distribuição de produtos. A falta de energia, água e combustíveis por parte das concessionárias de serviços públicos e das distribuidoras, bem como greves, piquetes e bloqueios logísticos, também pode comprometer a fabricação dos produtos. Para todos os possíveis tipos de sinistros as administrações das fábricas possuem seguros contratados e/ou planos de contingência que minimizam os riscos mencionados. Não é possível prever que no futuro não ocorra nenhum sinistro que possa provocar a paralisação de alguma das fábricas. Para a Alpargatas, um risco em que a fonte seja seus acionistas decorre da perda do seu valor de mercado decorrente da: (i) possível perda de atratividade do segmento de calçados, que resulte em queda no valor das suas ações e (ii) conjuntura desfavorável das economias nacional e internacionais, com possível fuga de capitais do mercado acionário brasileiro, que resulte em queda no valor das suas ações. Visando minimizar este risco a Alpargatas mantém um programa de Relações com Investidores bastante ativo, que, dentre várias ações, inclui a realização de non deal road shows junto a investidores locais e internacionais com o objetivo de mantê-los bem informados sobre o setor em que a Empresa atua e, no caso de investidores internacionais, a respeito da conjuntura econômica brasileira.

A Alpargatas, como uma grande empresa industrial, possui vários tipos de fornecedores. Atualmente, somente a borracha sintética - matéria-prima que é utilizada na fabricação de sandálias e calçados esportivos - possui um número reduzido de fornecedores no Brasil, apresentando certo risco de fornecimento. Para minimizar esse risco, a Alpargatas tem buscado aumentar a quantidade de fornecedores de borracha e otimizar o seu uso na fabricação de sandálias e calçados.

A distribuição dos produtos da Alpargatas é realizada por clientes dos seguintes canais: atacado, distribuidores regionais, varejo de calçados multimarca e especializado em artigos esportivos e supermercados e hipermercados.. A forma de minimizar o risco de distribuição é não concentrar as vendas em poucos clientes.

Setor calçadista

O desempenho dos setores calçadistas brasileiro e estrangeiro está atrelado ao poder aquisitivo da população (renda e emprego) e à confiança dos consumidores no ambiente político/econômico dos seus países. Ocorrendo variações negativas na renda e/ou incertezas na política econômica e no ambiente político é possível que ocorra redução dos gastos dos consumidores afetando o desempenho do comércio e da indústria calçadista. Nesse sentido, os volumes de vendas e a capacidade de geração de receita da Alpargatas podem ser afetados caso ocorra alguns dos fatores mencionados.

Proteção do mercado brasileiro de calçados

Em razão do forte crescimento das importações de calçados os governos de Brasil e da Argentina adotaram medidas “antidumping” aos calçados provenientes da China, impondo sobretaxa que elevou seu custo de importação. Novas barreiras de importação, ou a ampliação das atuais, dependendo de sua dimensão, podem afetar a estratégia de “soucing” da Alpargatas, no Brasil e na Argentina.

Os produtos da Alpargatas são comercializados em 81 países com características diversas.

Qualquer mudança relevante no ambiente político/econômico de um desses países, ou da região onde eles se localizam, pode afetar as vendas nesses locais.