Já de algum tempo venho notando que existe uma diferença muito grande entre profissionais atuantes e profissionais em início de carreira, quanto aos conceitos financeiros.

É certo que a experiência se adquire na prática e que muitas das teorias aprendidas ou ensinadas nas instituições de ensino não são postas em prática pela maioria dos estudantes. Os motivos são os mais diversos: desde estudantes que estudam finanças mas não utilizam seus conceitos no dia a dia, até estudantes que não tem oportunidade de fazê-lo, mesmo atuando em áreas com enfase em finanças.

Foi pensando nesse público, que vê a teoria, mas não a coloca em prática que pensei nesse site. Aqui, quero que aquele aluno que não utiliza no dia a dia, possa perceber como conceitos financeiros estão por trás dos números e índices que usualmente são utilizados por aqueles que praticam finanças. E nada melhor que utilizar esses índices com empresas de verdade, do mundo real.

Espero que possa ser úteis nessa missão de levar a prática financeira à todos os que dela querem ou precisam se utilizar. Nada melhor do que aprender, do que na prática. E para isso, a didática utilizada também é importante.

Cada um tem um jeito de aprender. Logo, deve-se ter várias maneiras de ensinar. Aqui, quero que novas dúvidas surjam, para pensar em novas formas de tentar ensinar.

Boa navegação.

Professor Eduardo Silva


Cada um tem uma necessidade diferente, num momento diferente da vida.

Você acorda cedo, pega condução em que se sente uma sardinha enlatada, chega no trabalho, trabalha duro por 10, 12 horas.

Sai do trabalho, pega condução novamente para chegar na faculdade e ver se adquire conhecimentos necessários para o seu dia a dia. Eis que lá, você já está cansado e o professor está falando coisas que você não entende direito.

Mas tem dúvidas e vergonha de como perguntar. Ou então você não sabe nem por onde começar a perguntar. Seu colega do lado também não entende muito, mas na prova consegue colar e tirar uma nota boa. Você vai pelo mesmo caminho. I

Igual a você tem muitas outras pessoas.

E pode não ser falta de vontade do professor. Lembre-se que para chegar na sala de aula, ele também passou por um calvário parecido com o seu. E pior, ele encontrou uma sala de aula onde existem outros alunos parecidos com você, que chegaram cansados de um dia inteiro de trabalho e agora vão começar a estudar para conseguir algo melhor. No entanto, ele, como professor, vai encontrar alunos cansados, alunos descansados, mas que estão ali só por causa do diploma, alunos que conversam, alunos que brincam em sala de aula e tiram a concentração de alunos que querem aprender. E vai encontrar também, bons alunos que tem facilidade em aprender. E com muita sorte, ele será um professor atencioso que estará ali para tirar o máximo de dúvidas possível dos alunos. E se você tiver sorte, ele conseguirá tirar suas dúvidas também.

Infelizmente, a quantidade de alunos que hoje estão nas salas de aula não permite que o professor consiga esclarecer a dúvida de todos os alunos. Foi por isso que pensei no Didaticativa.

Um lugar onde aqueles que querem aprender podem fazer suas perguntas e passar suas dúvidas para poder esclarecê-las de um jeito que você consiga entender. Aqui você estará num ambiente sem a bagunça de uma sala de aula. Sua dúvida é só sua e terei o maior prazer em esclarecer de um jeito que você possa entender.

O site possui uma base de dados de empresas do mundo real, com números verdadeiros e indicadores também verdadeiros. E por trás desses números e indicadores há uma história a ser contada: desde de como o indicador foi calculado até o que ele significa num contexto mais abrangente de empresa e de negócios.

Professor Eduardo Silva

Missão

Disponibilizar dados financeiros e econômicos úteis para:

a) o aprendizado das pessoas que precisam e querem aprender sobre finanças de acordo com sua bagagem educacional e;

b) análises financeiras mais complexas àquelas pessoas que já possuem bagagem ou trabalham em áreas financeiras.

Visão

Ser referência para aqueles que precisam e querem aprender finanças e para aqueles que já sabem e querem utilizar os dados para suas análises financeiras mais elaboradas.

Valores

Empatia - procurar entender as dificuldades de aprendizado de cada pessoa;

Dedicação - buscar a melhor forma de explicar, de acordo com a característica de cada pessoa;

Compartilhar - dar acesso a dados e informações necessários para o entendimento mais próximo da realidade das pessoas, através de empresas reais;

Humildade - para dar feedbacks e receber também para que possamos ser cada vez mais úteis às pessoas, tanto àquelas que procuram aprender, como àqueles que precisam de situações para transmitir aos alunos durante as aulas