PDG-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A PDG Realty está sujeita a riscos associados à incorporação imobiliária, construção e revenda de imóveis em decorrência da demanda a da situação econômica do país.

A atual pandemia do Coronavirus poderá afetar adversamente os planos de  negócios da  Companhia,  bem como seus fornecedores e consumidores

Podemos ter dificuldades em identificar e realizar novas operações de incorporação de empreendimentos imobiliários em conjunto com outras sociedades atuantes no mercado imobiliário ou novos investimentos para o desenvolvimento indireto de empreendimentos imobiliários (“Parcerias”), o que poderá nos afetar adversamente.

Caso não sejamos capazes de concretizar novas aquisições estratégicas ou novas Parcerias com sucesso, podemos não crescer de acordo com as nossas expectativas, o que poderá causar um efeito adverso para Companhia.

A perda de membros da nossa administração e/ ou a incapacidade de atrair e manter pessoal qualificado pode ter efeito adverso relevante sobre as nossas atividades, sobre nossa situação financeira e sobre os nossos resultados operacionais.

A escassez  de crédito para financiamento à produção e para financiamento aos consumidores  pode afetar o  ritmo de crescimento da Companhia

O valor de mercado dos terrenos que mantemos em estoque pode cair, o que poderá impactar adversamente nosso resultado operacional.

Podemos não ser capazes de manter ou aumentar nosso histórico de crescimento.

O valor de nossas unidades em estoque pode variar e ter efeito sobre a garantia de contas a receber em ambiente econômico desfavorável.

A deterioração no ambiente econômico do país pode impactar no cancelamento de vendas já realizadas.

A PDG Realty  está em recuperação judicial, e a Companhia não tem como garantir que o Plano de Recuperação será concluído de forma satisfatória.

Podemos não pagar dividendos ou juros sobre o capital próprio aos acionistas titulares de nossas ações.

Podemos vir a precisar de capital adicional no futuro, por meio da emissão de valores mobiliários, o que poderá resultar em uma diluição da participação do investidor em nossas Ações.

Aumento de Capital em decorrência da capitalização de créditos.

Acontecimentos e a percepção de riscos em outros países, sobretudo em países de economia emergente e nos Estados Unidos e Europa, podem prejudicar o preço de mercado dos valores mobiliários brasileiros, inclusive da negociação das nossas ações, e causar um impacto negativo em nossos  resultados  operacionais  e  em  nossa condição financeira.

A volatilidade e falta de liquidez do mercado de valores mobiliários brasileiro poderão limitar substancialmente a capacidade dos investidores de vender as Ações pelo preço e na ocasião que desejarem.

A utilização de mão-de-obra terceirizada pode implicar na assunção de obrigações de natureza trabalhista e previdenciária.

Problemas com o fornecimento de materiais e serviços em nossos empreendimentos imobiliários, os  quais escapam ao nosso controle, poderão vir a prejudicar nossa imagem, reputação, nossos negócios, bem como nos sujeitar à eventual pagamento de indenização pela imposição de responsabilidade civil.

A indisponibilidade de recursos para obtenção de financiamento  e  o  aumento  das  taxas  de juros  podem prejudicar a capacidade ou disposição de compradores de imóveis em potencial para financiar suas aquisições.

O mercado imobiliário no Brasil é bastante competitivo, o que pode representar uma ameaça à nossa posição no mercado brasileiro e à nossa estratégia

A escassez de financiamentos e/ ou o aumento nas taxas de juros podem diminuir a demanda por unidades imobiliárias, residenciais ou comerciais (“Unidades”), podendo afetar negativamente o mercado imobiliário e consequentemente nosso negócio.

O setor imobiliário está sujeito aos riscos regularmente associados às atividades de incorporação e construção.

O setor imobiliário está sujeito aos riscos de uma crise de disponibilidade de recursos.

Estamos  expostos a riscos associados à incorporação imobiliária, construção e venda de imóveis.

O aumento de alíquotas de tributos existentes ou a criação de novos tributos incidentes durante o prazo em que nossos contratos de venda a prazo estejam em vigor poderão nos afetar adversamente a nossa situação financeira e os nossos resultados operacionais.

Nossas atividades estão sujeitas a extensa regulamentação ambiental, o que pode vir a aumentar o nosso custo e limitar o nosso desenvolvimento ou de outra forma afetar adversamente as nossas atividades.