Chesf-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

O desempenho financeiro e operacional da Chesf pode ser adversamente afetado por epidemias, desastres naturais e outras catástrofes, tais como a recente crise deflagrada pelo novo coronavirus.

Os resultados operacionais e financeiros consolidados da Chesf são parcialmente dependentes dos investimentos realizados nas SPEs e dos consórcios nos quais participa.

O valor dos pagamento s que serão recebidos após a renovação das concessões de transmissão poderá ser insuficiente para cobrir os custos dos investimento s realizados pela Chesf em tais concessões. Adicionalmente, não é possível estimar quando ou sob quais termos as indenizações com relação a concessões de geração serão realizadas.

O atual regime de revisão tarifária aplicável às concessões de geração e transmissão pode não assegurar o recebimento pela Chesf da totalidade do valor necessário à compensação dos custos incorridos pela Companhia na operação e manutenção destas concessões e as despesas relacionadas aos ativos a elas vinculados.

A cada cinco anos as garantias físicas relativas às usinas hidrelétricas detidas pela Chesf podem ser reavaliadas o que pode acarretar custos adicionais levando à compra de energia para cumprir os contratos existentes.

O atual estado dos ativos de Geração requer a implantação de melhorias, sem as quais há o risco de não atingir a disponibilidade contratada , impactando diretamente na receita a ser auferida pela Chesf.

A Chesf poderá estar exposta a comportamentos que são incompatíveis com os padrões de ética e compliance da Companhia. Caso a Chesf falhe na prevenção, detecção ou remediação tempestiva de tais comportamentos, a Companhia poderá sofrer impactos adversos.

A Chesf está sujeita a certas obrigações cujo descumprimento pode permitir aos credores a aceleração da dívida.

A Chesf está sujeita a regras que limitam a obtenção de empréstimos por empresas do setor público.

O Plano de Negócios e Gestão (PNG ) da Chesf é desafiador  e requer a sincronização e implementação de vários projetos.

Caso os ativos da Chesf sejam considerado s como dedicados à prestação de um ser viço público essencial, eles não estarão disponíveis para liquidação ou sujeitos a penhora.

A Chesf poderá incorrer em prejuízos e dispender muito tempo na defesa de processos judiciais e procedimentos administrativos.

A Chesf pode ser obrigada a fazer contribuições substanciais para os fundos de previdência por ela patrocinado para os empregados e ex-empregados.

As políticas de seguros da Chesf podem ser insuficientes para cobrir potenciais perdas.

Greves, paralisações ou movimentos trabalhistas realizados por seus empregados ou pelos empregados de fornecedores ou contratados podem afetar adversamente os resultados operacionais e os negócios da Chesf.

O Governo Federal exerceu e continua a exercer influência significativa sobre a economia brasileira. As condições políticas e econômicas brasileiras, e as percepções dos investidores acerca dessas condições, podem ter um impacto direto sobre os negócios, condição financeira, resultados de operações e perspectivas futuras da Chesf.

Mudanças na legislação tributária ou contábil, incentivos fiscais e benefícios ou interpretações divergentes das leis tributária s ou das práticas contábeis podem afetar adversamente os resultados operacionais da Companhia.

O desempenho financeiro e operacional da Eletrobrás pode ser adversamente afetado por epidemias, desastres naturais e outras catástrofes, tais como a recente crise deflagrada pelo novo coronavirus.

Se a Eletrobras não corrigir as fraquezas materiais em seus controles internos, a confiabilidade de suas demonstrações financeiras consolidadas pode ser materialmente  afetada.

Os resultados operacionais e financeiros consolidados da Eletrobrás são parcialmente dependentes dos resultados das SPEs e consórcios nos quais participa.

A Eletrobrás é garantidora, de forma direta ou indireta, de vários projetos estruturados, como ocorre com as SPEs do grupo.

A Eletrobrás poderá não receber integralmente os recursos da Conta de Consumo de Combustível (CCC) transferidos durante o processo de venda das distribuidoras.

A Eletrobrás está sujeita a alegações de má-gestão dos recursos relativos a fundos setoriais e programas governamentais.

O valor dos pagamentos que serão recebidos após a renovação das concessões de transmissão poderá ser insuficiente para cobrir os custos dos investimentos realizados pela Eletrobrás em tais concessões. Adicionalmente , não é possível estimar quando ou sob quais termos as indenizações com relação a concessões de geração serão realizadas.

O atual regime de revisão tarifária aplicável às concessões de geração e transmissão pode não assegurar o recebimento pela Eletrobrás da totalidade do valor necessário à compensação dos custos incorridos pela Companhia na operação e manutenção destas concessões e as despesas relacionadas aos ativos a elas vinculados.

Não há certeza de que os contratos de concessão ainda vigentes da Eletrobrás serão renovados e quais serão os termos das renovações caso elas sejam concedidas.

A Eletrobrás não pode prever em que termos o Tratado de Itaipu será revisado e/ou renovado.

A cada cinco anos as garantias físicas relativas às usinas hidrelétricas detidas pela Eletrobrás podem ser reavaliadas o que pode acarretar custos adicionais com a compra de energia para cumprir os contratos existentes.

Não é possível prever os impactos financeiros e operacionais do projeto de lei de privatização da Eletrobrás proposto pelo Governo Brasileiro.

A Eletrobrás pode não conseguir manter sua participação de mercado, a menos que seja realizada uma alteração em sua estrutura de capital.

A Eletrobrás possui passivos financeiros substanciais e pode estar exposta a restrições de liquidez, o que poderia dificultar a obtenção de financiamento para os investimentos de despesas operacionais e planejados.

A Eletrobrás poderá estar exposta a comportamentos que são incompatíveis com os padrões de ética e compliance da Companhia. Caso a Eletrobrás falhe na prevenção, detecção ou remediação tempestiva de tais comportamentos, a Companhia poderá sofrer impactos adversos.

A Eletrobrás está sujeita a certas obrigações cujo descumprimento pode permitir aos credores a aceleração da dívida.

A Eletrobrás está sujeita a regras que limitam a obtenção de empréstimos por empresas do setor público.

O plano estratégico da Eletrobrás é desafiador e requer a sincronização e implementação de vários projetos.

Caso os ativos da Eletrobrás sejam considerados como dedicados à prestação de um serviço público essencial, eles não estarão disponíveis para liquidação ou sujeitos a penhora.

A Eletrobrás poderá incorrer em prejuízos e dispender muito tempo na defesa de processos judiciais e procedimentos administrativos.

A Eletrobrás é parte em diversos processos judiciais em relação a empréstimos compulsórios feitos entre 1962 até 1993.

A Eletrobrás e suas subsidiárias podem ser obrigadas a fazer contribuições substanciais para os fundos de previdência por ela patrocinados para os funcionários e ex-funcionários.

Julgamentos no exterior podem não ser oponíveis aos diretores ou conselheiros da Eletrobrás.

As apólices de seguros da Eletrobrás podem ser insuficientes para cobrir potenciais perdas.

Greves, paralisações ou movimentos trabalhistas realizados por seus empregados ou pelos empregados de fornecedores ou contratados podem afetar adversamente os resultados operacionais e os negócios da Eletrobrás.

A economia do Brasil é vulnerável a choques externos e internos, o que pode ter um efeito adverso significativo sobre o crescimento econômico do Brasil e sobre a liquidez e os mercados de títulos mobiliários.

O Governo Federal exerceu e continua a exercer influência significativa sobre a economia brasileira. As condições políticas e econômicas brasileiras, e as percepções dos investidores acerca dessas condições, podem ter um impacto direto sobre os negócios, condição financeira, resultados de operações e perspectivas futuras da Eletrobrás.

A incerteza política levou a uma desaceleração econômica e à volatilidade dos títulos emitidos por empresas brasileiras.

A estabilidade do Real é afetada pela sua relação com o Dólar, inflação e a política cambial brasileira. Os negócios da Eletrobrás podem ser adversamente afetados por qualquer volatilidade recorrente, afetando suas obrigações e recebíveis denominados em moeda estrangeira.

Mudanças na legislação tributária ou contábil, incentivos fiscais e benefícios ou interpretações divergentes das leis tributárias ou das práticas contábeis podem afetar adversamente os resultados operacionais da Companhia.

Qualquer rebaixamento adicional da classificação de crédito do Brasil poderá afetar negativamente o preço das ações de emissão da Companhia e o custo de financiamento da Companhia nos mercados de capitais, já que a classificação de crédito da Companhia está relacionada ao risco de crédito soberano brasileiro.

A Companhia é controlada indiretamente pelo Governo Federal, controlador da Eletrobrás, o qual poderá ter políticas e prioridades que afetem diretamente o resultado da Companhia e divirjam dos interesses dos investidores.

A Companhia poderá não pagar dividendos, caso incorra em prejuízo ou seu lucro líquido não atinja certos níveis.

Ações preferenciais sem direito a voto: de acordo com a Lei das Sociedades por Ações e com o Estatuto Social, os portadores de ações preferenciais não têm direito a votar nas Assembleias Gerais. Isto significa, entre outras coisas, que um acionista preferencialista não tem direito a votar em transações corporativas, inclusive em fusões ou consolidações com outras empresas. Desta forma, o principal acionista, que detém a totalidade das ações ordinárias com direito de voto e que exerce controle sobre a Companhia, está apto a aprovar medidas corporativas sem a aprovação dos acionistas preferencialistas.   Portanto, o investimento nas ações preferenciais não é adequado para aqueles que consideram o direito de voto um ponto importante na decisão de investimento.

A Companhia possui investimentos em coligada e controladas em conjunto que poderão influenciar seus resultados.

A Companhia  é afetada pelas  condições  hidrológicas  e seus  resultados operacionais poderão  ser afetados.

A Chesf poderá ser responsável por impactos na população e no meio ambiente no caso de um acidente envolvendo as barragens de suas usinas hidrelétricas.

A construção, expansão e operação das instalações e equipamentos de geração e transmissão de energia elétrica envolvem riscos significativos que podem levar à perda de receita ou aumento de despesas da Chesf.

A Companhia é estritamente responsável por danos resultantes do fornecimento inadequado de eletricidade para  as  companhias  de  distribuição,  e  as  apólices  de  seguro contratadas  podem  não abranger esses danos.

Falhas nos sistemas de tecnologia da informação, sistemas de segurança da informação e sistemas e serviços de telecomunicações ou a descontinuidade do projeto de implementação do SAP ERP, podem afetar negativamente as operações e a reputação da Chesf.

A Companhia poderá ser penalizada pela Aneel por deixar de cumprir os termos de seus contratos de concessão e poderá não recuperar o valor integral do seu investimento na hipótese de qualquer um de seus contratos de concessão ser cancelado.

A Chesf poderá sofrer processo de intervenção administrativa ou perder suas concessões se estiver prestando seus serviços de forma inadequada ou em violação de disposições contratuais.

As concessões de geração hidrelétrica renovadas nos termos da Lei nº 12.783/2013 e Lei nº 13.182/2015 estão sujeitas ao regime de alocação de quotas de garantia física de energia.

A Chesf está sujeita a leis e regulamentos ambientais e relativos à saúde e segurança do trabalho, os quais poderão se tornar mais rigorosos no futuro e resultar em maiores passivos e dispêndios de capital.

Falhas na gestão ambiental de projetos e empreendimentos podem resultar 1ut não obtenção ou perda de licenças.

Dada a natureza das atividades de geração e transmissão de energia da Chesf, a Companhia está sujeita a riscos associados à violação de direitos humanos.

Alterações climáticas podem ter impactos significativos nas atividades de geração e transmissão da Chesf

Caso a Chesf não seja bem-sucedida no endereçamento de questões relacionadas à saúde e segurança do trabalho de seus empregados e das instalações onde conduz suas atividades, seus resultados e operações podem sofrer impactos negativos.