HBR Realty-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A extensão da pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde devido à propagação da COVID-19, a percepção de seus efeitos, ou a forma como a pandemia afetará os negócios da Companhia depende de desenvolvimentos futuros, que são incertos e imprevisíveis e podem afetar material e adversamente os negócios, condição financeira, resultados de operações e fluxos de caixa da Companhia e, finalmente, sua capacidade de continuar a operar seus negócios.

Condições econômicas adversas nas regiões onde estão localizados os empreendimentos da Companhia podem afetar adversamente seus níveis de ocupação, locação e seu valor de mercado no caso de venda e, consequentemente, os resultados operacionais e condição financeira da Companhia .

O lançamento de novos empreendimentos imobiliários comerciais , edificações hoteleiras e shopping centers próximos aos empreendimentos da Companhia poderá dificultar a capacidade da Companhia em vender, renovar suas locações ou locar espaços para novos inquilinos, o que poderá requerer investimentos não programados, impactando de forma adversa os seus negócios , sua condição financeira e seus resultados operacionais.

O fato de os shoppings centers, edifícios corporativos e edificações hoteleiras serem espaços públicos ou de uso comum pode acarretar consequências que fogem do controle da administração da Companhia, o que pode gerar, além de danos à imagem dos empreendimentos, eventual responsabilidade civil da Companhia.

As atividades da Companhia envolvem aquisições de novos shopping centers, de edifícios corporativos e outros ativos, ou de participações adicionais em empreendimentos já detidos pela Companhia. Tais aquisições envolvem riscos que podem afetar adversamente a Companhia.

A aquisição de imóveis pela Companhia para composição do seu land bank poderá deixar de ser concluída caso qualquer uma das condições precedentes, condições suspensivas ou condições resolutivas eventualmente pactuadas não seja superada.

O sucesso da Companhia depende significativamente da eficiência de sua estratégia de marketing e da sua capacidade em oferecer aos clientes uma experiência de consumo com qualidade diferenciada.

Os titulares das ações da Companhia poderão não receber dividendos.

A Companhia pode não ser capaz de atrair e manter lojas âncoras, flagships e megalojas, o que pode afetá-la de maneira adversa.

As operações e resultados da Companhia podem ser negativamente afetados por surtos ou pandemias ligadas a questões de saúde, como, por exemplo, a pandemia envolvendo um novo agente da família do Coronavírus (COVID-19).

As parcerias da Companhia podem não ser bem-sucedidas ou a Companhia pode não conseguir manter um bom relacionamento com os seus sócios ou parceiros, o que poderá gerar um efeito adverso relevante sobre negócios e operações da Companhia.

Decisões desfavoráveis em processos judiciais ou administrativos à Companhia ou a seus administradores e a nossa eventual indisponibilidade para fornecer garantias ou depósitos judiciais necessários em processos pendentes podem causar efeitos adversos para a Companhia.

A Companhia está em fase de implementação de diversos projetos e o desempenho futuro é incert o, existindo o risco de a Companhia não conseguir executar , no todo ou em parte, a estratégia de negócios da Companhia , incluindo a sua estratégia de crescimento orgânico.

A perda de membros da alta administração da Companhia e/ou a incapacidade de atrair e manter pessoal qualificado para integrá-la, pode ter um efeito adverso relevante sobre sua situação financeira e em seus resultados operacionais.

Eventuais falhas e problemas na execução e atrasos no cumprimento do prazo de construção e conclusão dos empreendimentos imobiliários da Companhia poderão diminuir sua rentabilidade , prejudicar a sua reputação, bem como sujeitar a Companhia a eventual imposição de indenizações e, consequentemente , nos afetar adversamente.

O descasamento entre as taxas utilizadas para a indexação das receitas da Companhia e as taxas utilizadas para a indexação de suas despesas poderá afetá-la adversamente.

A Companhia está sujeita a riscos relativos ao não cumprimento da nova Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, de modo que pode ser afetada adversamente pela aplicação de sanções, inclusive pecuniárias.

Incidentes de segurança cibernética, incluindo ataques à infraestrutura necessária para manter os sistemas de TI da Companhia, podem resultar em danos financeiras e à reputação da Companhia.

O crescimento futuro da Companhia poderá exigir capital adicional, que poderá não estar disponível ou poderá não ter condições satisfatórias.

Falhas no processo de desenvolvimento dos empreendimentos imobiliários da Companhia podem exigir dispêndios adicionais de capital e resultar em obrigações de indenização para a Companhia.

As atuais apólices de seguro da Companhia podem não ser suficientes para protegê-la contra perdas substanciais.

As políticas, os procedimentos, o código de conduta e os controles internos da Co mpanhia, assim como as cláusulas contidas nos contratos celebrados com terceiros para agirem em nome, interesse ou benefício da Companhia, podem não ser suficientes para evitar violações de leis de combate à corrupção ou correlatas , como a Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro e a Lei Anticorrupção , e fraudes e práticas irregulares por parte dos administradores , empregados e terceiros que agem em nome, interesse ou benefício da Companhia.

As atividades da Companhia exigem atualmente e poderão exigir no futuro capital adicional , que poderá não estar disponível, estar disponível em termos e condições desfavoráveis ou desvantajosas ou resultar na diluição da participação dos titulares de ações ordinárias de sua emissão.

A Companhia pode não conseguir renovar suas linhas de crédito atuais ou ter acesso a novos financiamentos a termos aceitáveis, o que pode causar um efeito relevante e adverso

A Companhia pode enfrentar situações de potencial conflito de interesses em negociações com partes relacionadas.

A incapacidade ou falha em proteger a propriedade intelectual da Companhia ou a violação , pela Companhia, à propriedade intelectual de terceiros pode ter impactos negativos no resultado operacional da Companhia.

Há imóveis gravados com alienação fiduciária em garantia ou hipoteca em favor de terceiros, o que implica no adimplemento de certas obrigações e na observância de restrições , cujo inadimplemento ou descumprimento pela Companhia ou pelas coproprietárias dos imóveis pode ensejar o vencimento antecipado de contratos de financiamento e a perda da propriedade dos imóveis, o que pode gerar um impacto adverso relevante nos negócios e condições financeiras da Companhia.

Os imóveis que a Companhia ocupa estão sujeitos a licenças municipais e do corpo de bombeiros. Não há garantia de que a Companhia conseguirá renovar tais licenças, bem como não é possível assegurar que os imóveis hoje em fase de obtenção de tais licenças serão, de fato, licenciados.

A Companhia está sujeita a risco de taxa de juros, na medida em que parte significativa de suas obrigações financeiras são indexadas a taxas de juros flutuantes.

A Companhia está sujeita a perdas relacionadas a desastres naturais , catástrofes , acidentes, incêndios , epidemias e outros eventos fora do seu controle, os quais podem causar um efeito material adverso na sua performance financeira.

O estatuto social da Companhia contém disposição que prevê a efetivação de oferta pública de aquisição de ações por atingimento de participação relevante , o que pode dificultar ou atrasar uma alteração no controle da Companhia e outras transações benéficas aos investidores , bem como a possibilidade de dispensa da obrigação de efetivar essa oferta , o que em determinadas situações pode ser contrário aos interesses de certos investidores.

Os interesses dos acionistas controladores da Companhia podem entrar em conflito com os interesses dos demais acionistas da Companhia.

Os resultados da Companhia dependem dos resultados das suas subsidiárias e a Companhia não pode assegurar que as suas subsidiárias distribuirão recursos para a Companhia, o que poderá impactar as suas obrigações financeiras e distribuição de dividendos aos seus acionistas.

Os resultados operacionais dos shopping centers, malIs (centros comerciais de conveniência , com localização geográfica estratégica, normalmente estruturado com uma ou mais operações âncora – assim definidas como loja âncora as operações qualificadas como destino desejado de consumidores – e demais lojas satélites – assim definidas como lojas sem características mercadológicas especiais, localizadas no entorno das lojas âncora e destinadas ao comércio em geral- desenvolvido com mix de operações que se complementam) e afins da Companhia dependem das vendas geradas pelas lojas neles instaladas.

A participação da Companhia em SPEs cria riscos adicionais, incluindo possíveis problemas no relacionamento financeiro e comercial com seus parceiros.

A Companhia compartilha o controle e/ou a titularidade de alguns empreendimentos com outros investidores ou condôminos que podem ter interesses divergentes e competitivos em relação aos seus.

Riscos associados à concessão de financiamentos a parceiros.

Eventual processo de liquidação da Companhia ou de suas subsidiárias pode ser conduzido em bases consolidadas.

Eventuais problemas de atrasos e falhas em empreendimentos imobiliários da Companhia causados por terceiros podem ter um efeito adverso na imagem da Companhia, nos seus negócios, além de gerar um efeito relevante adverso em sua situação financeira e em seus resultados operacionais .

A Companhia poderá figurar como responsável solidária pelos danos ambientais causados por seus fornecedores e parceiros.

A utilização de mão de obra terceirizada pode implicar na assunção de obrigações de natureza trabalhista e previdenciária.

A performance da Companhia depende de relações trabalhistas positivas com os empregados e colaboradores e do cumprimento das leis trabalhistas. Qualquer deterioração nessas relações ou aumento das despesas trabalhistas pode ter efeitos adversos na Companhia.

As pressões de custos de obras e alterações em orçamentos podem causar complementos de custos que alteram a rentabilidade dos projetos e consequentemente da Companhia

Dentre outros, a Companhia depende da locação de espaços em shopping centers para lojistas em condições que sejam economicamente favoráveis e do recebimento de aluguéis que os lojistas podem não conseguir pagar. Caso seja verificada uma taxa de inadimplência maior do que a estimada, se o custo destes financiamentos aumentar ou houver grande quantidade de cancelamentos de contratos por parte dos lojistas , os resultados da Companhia podem ser afetados.

A falta de financiamento para suprir as necessidades de capital de giro da Companhia e de recursos para financiar aquisições de imóveis poderá gerar um efeito relevante adverso na situação financeira e nos resultados operacionais da Companhia .

Os setores imobiliário e de shopping centers no Brasil são altamente competitivos e a Companhia pode não conseguir manter a sua atual posição no mercado, o que poderá afetar adversamente sua situação financeira e seus resultados operacionais.

O negócio da Companhia , os resultados de suas operações , bem como o valor de duas ações podem ser afetados negativamente por condições macroeconômicas, condições do mercado imobiliário e outras condições de execução dos projetos.

O Governo Federal exerceu, e continua a exercer, significativa influência sobre a economia brasileira. As condições políticas e econômicas brasileiras  podem afetar desfavoravelmente o negócio, resultado operacional e financeiro e o fluxo de caixa da Companhia.

A inflação e as medidas do Governo Federal para combatê-la podem contribuir para a incerteza econômica no Brasil, afetando adversamente o resultado operacional da Companhia.

A instabilidade política pode prejudicar os resultados operacionais da Companhia.

Concentração bancária no Brasil pode prejudicar a disponibilidade e o custo do crédito

A volatilidade e a iliquidez inerentes ao mercado de valores mobiliários brasileiro poderão limitar substancia/mente a capacidade dos investidores de venderem ações ordinárias de emissão da Companhia ao preço e no momento desejados.

Acontecimentos políticos, econômicos e sociais e a percepção de riscos em outros países, sobretudo em países de economia emergente, podem prejudicar o valor de mercado dos valores mobiliários brasileiros.

A instabilidade cambial pode prejudicar a economia brasileira e os resultados operacionais da Companhia, bem como o valor de mercado de suas ações.

Qualquer redução da classificação de crédito do Brasil ou da Companhia (rating) pode afetar negativamente o preço das ações ordinárias de nossa emissão.

As empresas do setor imobiliário estão sujeitas a extensa regulamentação, a qual podem sofrer mudanças.

Os contratos de locação em geral possuem características legais peculiares e podem gerar riscos à condução dos negócios da Companhia e impactar de forma adversa os seus resultados operacionais.

O aumento de alíquotas de tributos existentes ou a criação de novos tributos incidentes durante o prazo em que os contratos de locação da Companhia estejam em vigor poderão afetar adversamente a sua situação financeira e os seus resultados operacionais.

Modificações nas práticas contábeis adotadas no Brasil em função de sua convergência às normas internacionais de contabilidade (IFRS) podem afetar adversamente os nossos resultados.

Os imóveis de propriedade da Companhia, controladas ou coligadas, podem ser desapropriados ou o Poder Público pode impor restrições de utilização de tais imóveis.

A Companhia poderá enfrentar dificuldades em localizar e adquirir terrenos ou em adquiri­-los em condições adequadas .

A Companhia está sujeita a riscos de execução de obra por questões climáticas , de execução e de projeto, e a redução ou interrupção no fornecimento de serviços públicos podem afetar adversamente as atividades e operações da Companhia e de suas controladas.

Preocupações crescentes com as alterações climáticas podem levar à exigência de medidas regulatórias adicionais, que podem resultar em um aumento de custos para cumprimento destas regulações.

Uma paralisação ou greve significativa de nossa força de trabalho pode afetar as operações da Companhia.

A Companhia pode não dispor de seguro suficiente para se proteger contra perdas substanciais.

A inobservância das leis e regulamentos ambientais pode resultar na obrigação de reparação de danos ambientais.

As propriedades adquiridas e as atividades de negócio da Companhia podem a expor a riscos diversos, incluindo, dentre outros, riscos ambientais e, por consequência, podem afetar adversamente os seus resultados operacionais.

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19) e as medidas adotadas mundialmente na tentativa de contenção do vírus , em especial restrições à circulação de pessoas e o isolamento social, podem afetar adversamente os negócios da Companhia.

Crises econômicas, sanitárias, políticas, ambientais ou qualquer outro tipo de crise que tenha o condão de impactar a economia brasileira poderá afetar o poder aquisitivo da população, o que , poderá resultar em uma diminuição do número de vendas dos empreendimentos imobiliários da Companhia.

Os investidores podem não conseguir vender as ações da Companhia pelo preço ou no momento desejado, em função da volatilidade e falta de liquidez do mercado de valores mobiliários brasileiro.