Humberg Agribrasil-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A atividade da Companhia apresenta riscos operacionais relevantes que se materializados podem resultar na paralisação parcial de suas atividades e impactar adversamente os seus resultados e condições financeiras.

Riscos inerentes ao Transporte e Manuseio dos Produtos

Riscos inerentes ao Escoamento dos Produtos.

Eventuais atrasos motivados, por exemplo, por greves nas alfândegas, portos, aeroportos, rodovias, na Secretaria da Receita Federal do Brasil ou Polícia Federal podem afetar adversamente as operações da Companhia.

A volatilidade e incertezas nos preços dos fretes rodoviários podem afetar as margens operacionais de negócio da Companhia.

O crescimento futuro da Companhia poderá exigir o aporte de recursos adicionais, que poderão não estar disponíveis ou, caso disponíveis, poderão não ser em condições satisfatórias. Uma das opções para obtenção de capital adicional é por meio da emissão de valores mobiliários, podendo resultar na diluição da participação do acionista em seu capital social

A perda de membros da alta administração da Companhia, ou a sua incapacidade de atrair e manter pessoal adicional para integrar seus quadros, pode ter um efeito adverso relevante sobre as suas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

A estratégia de gestão de riscos poderá não ser eficaz

A Companhia pode não possuir recursos líquidos suficientes para honrar seus compromissos financeiros, em consequência do descasamento de prazos ou de volume entre os recebimentos e pagamentos

As legislações previdenciária e trabalhista no Brasil e o risco de eventual responsabilização solidaria ou subsidiaria da Companhia por dívidas trabalhistas de terceirizados.

A extensão, percepção e maneira pela qual a pandemia da COVID-19 declarada pela Organização Mundial da Saúde impactará nossos negócios depende de desenvolvimentos futuros que são incertos e imprevisíveis e que podem ter um efeito adverso relevante em nossos negócios, condição financeira, resultados de operações e fluxo de caixa, bem como em nossa capacidade de continuar operando.

As políticas e estruturas de gerenciamento de riscos da Companhia foram criadas e/ou alteradas recentemente, e parte delas não se encontra totalmente em funcionamento, o que pode gerar efeitos adversos sobre suas atividades e seu resultado operacional ou financeiro.

Falhas nos sistemas, políticas e procedimentos de gestão de riscos e relatórios internos poderão expor a Companhia a riscos, o que poderia afetar adversamente seus negócios.

Interesses dos acionistas controladores da Companhia podem conflitar com interesses de investidores.

Podemos não pagar dividendos ou juros sobre o capital próprio aos acionistas detentores de nossas ações.

Riscos relacionados à terceirização de parte substancial de nossas atividades de serviços dedicados à cadeia de suprimentos e de transporte de cargas gerais podem nos afetar adversamente.

Interrupção ou inadimplemento no fornecimento ou insolvência por parte dos fornecedores da Companhia poderá fazer com que a Companhia tenha que adquirir no mercado, com maior preço, o mesmo volume de mercadoria para cumprir com as obrigações com seus clientes, o que pode afetar adversamente seus resultados operacionais e sua situação financeira.

Oscilações nos preços das commodities poderão afetar negativamente os negócios, a situação financeira e os resultados operacionais da Companhia

Mudanças na qualidade de crédito dos fornecedores para os quais tenham sido efetuados adiantamentos podem causar um efeito adverso relevante sobre o valor dos ativos, patrimônio e resultados da Companhia.

Os maiores clientes representam um percentual relevante da receita total da Companhia. A rescisão dos respectivos contratos pode afetar adversamente a Companhia.

Situações adversas na situação econômico-financeira de clientes que sejam, em conjunto ou isoladamente, representativos para a Companhia, podem causar um efeito adverso significativo nos resultados da Companhia.

Greves e paralisações podem afetar nossas operações e impactar os nossos resultados.

A disponibilidade e o preço de produtos agrícolas poderão ser afetados pelo clima, pragas, programas governamentais e outros fatores alheios ao controle da Companhia

Volatilidade do Preço das Commodities em Razão do Mercado Internacional

Riscos de Posições Tomadas no Mercado de Commodities

A Companhia está sujeita aos riscos do setor de alimentos

Riscos relacionados às condições econômicas e políticas no Brasil poderão ter um efeito adverso em nossos negócios e no valor de mercado dos valores mobiliários emitidos por nós.

Riscos relacionados à inflação

As políticas governamentais e regulamentações ambientais com efeitos sobre os setores agrícola e energético poderão afetar negativamente os negócios, a situação financeira e os resultados operacionais da Companhia

A Companhia está sujeita a leis e regulamentos anticorrupção, anti-suborno, anti-lavagem de dinheiro e regulações antitruste. A violação de quaisquer leis ou regulações pode causar um efeito adverso sobre a Companhia.

Alterações na legislação fiscal e tributária brasileira podem causar impactos adversos sobre os resultados da Companhia.

Modificações nas práticas contábeis adotadas no Brasil podem afetar adversamente os resultados da Companhia.

As exportações da Companhia estão sujeitas a riscos ligados a operações internacionais.

Desenvolvimentos e mudanças na percepção dos investidores sobre risco em outros países, especialmente nos Estados Unidos, China e União Europeia, de países da América Latina e de economia emergente, podem afetar material e adversamente a economia brasileira e o valor de mercado dos valores mobiliários brasileiros, incluindo as nossas ações.

A Companhia depende de sistemas automatizados e informatizados para operar seus negócios e qualquer interrupção nos sistemas ou sua infraestrutura subjacente poderia resultar em um efeito material adverso sobre os negócios, na imagem e nos resultados da Companhia

As políticas e estruturas de gerenciamento de riscos da Companhia foram criadas recentemente , e parte delas não se encontra totalmente em funcionamento , o que pode gerar efeitos adversos sobre suas atividades .

A volatilidade e falta de liquidez do mercado de valores mobiliários brasileiro poderão limitar substancialmente a capacidade dos investidores de vender os valores mobiliários de nossa emissão pelo preço e na ocasião que desejarem.

Os negócios da Companhia podem sofrer impactos negativos pelos riscos relacionados à celebração de operações de derivativos para fins de hedge.

A Companhia está sujeita a riscos regulatórios associados às suas operações internacionais.

Medidas restritivas as exportações para mercados internacionais importantes podem afetar adversamente a Companhia.

As leis e regulamentos ambientais e de saúde e segurança do trabalho podem exigir dispêndios maiores que aqueles em que atualmente incorremos para seu cumprimento e o descumprimento dessas leis e regulamentos pode resultar em penalidades civis, criminais e administrativas.