Le Biscuit-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A extensão da pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde devido à propagação do COVID-1 9, a percepção de seus efeitos, ou a forma como a pandemia afetará os negócios da Companhia depende de desenvolvimentos fut uros, que são incertos e imprevisíveis e podem afetar material e adversamente os negócios, a condição financeira , os resultados de operações, os fluxos de caixa e, finalmente, a capacidade de continuar a operar seus negócios.

Os negócios da Companhia demandam disponibilidade de linhas de crédito para implementar sua estratégia de crescimento.

A Companhia está sujeita ao cumprimento de obrigações específicas nos contratos financeiros e instrumentos de dívida, bem como a limitações na capacidade de contrair dívidas adicionais.

A Companhia pode não conseguir renovar suas linhas de crédito atuais ou ter acesso a novos financiamentos a termos at rativos, o que pode causar um efeito relevante e adverso.

A Companhia opera por meio de diversos canais distintos (lojas físicas – próprias e franquias, website, site mobile e aplicativo) e acredita que a integração desses canais é essencial para o sucesso do seu negócio.

A Companhia pode não ser capaz de renovar ou manter os contratos de locação de algumas de suas lojas.

Parte das lojas físicas exigem anuência prévia e expressa dos locadores, no caso de mudança do controle societário da Companhia.

A Companhia pode não conseguir ampliar a rede de franqueados.

Eventuais problemas de relacionamento com a rede de franqueados podem impactar adversamente às operações e os resultados.

A Companhia não tem controle operacional total sobre os negócios de seus franqueados.

Uma desaceleração econômica pode reduzir as receitas da Companhia, inclusive de franquias.

A Companhia pode não ser capaz de competir, com sucesso, com seus atuais e futuros concorrentes.

A Companhia pode não ser capaz de se adaptar às transformações digitais esperadas pelos clientes e pelo setor.

Problemas nos sistemas de tecnologia da informação da Companhia, ou a incapacidade     de acompanhar a velocidade do desenvolvimento da tecnologia poderão impactar adversamente suas operações.

Interrupções ou falhas nos sistemas de informações ou incidentes de segurança cibernética, incluindo ataques à infraestrutura necessária para manter os sistemas de TI da Companhia, podem resultar em danos financeiros e à reputação da Companhia.

A Companhia se beneficia de incentivos fiscais  e  a  sus pensão,  o cancelamento ou a não obtenção de novos incentivos pode afetar adversamente os resultados.

A Companhia pode não conseguir proteger os seus direitos de propriedade intelectual

Os negócios, práticas e políticas da Companhia estão sujeitos a leis de privacidade, proteção de dados pessoais e cibersegurança, além de outras regulamentações governamentais no setor de tecnologia da informação.

Greves ou paralisações podem afetar os negócios da Companhia.

As lojas da Companhia são espaços de uso público sujeitos a acidentes que fogem da alçada e controle da administração das respectivas lojas, o que pode causar danos à Companhia.

As vendas e níveis de estoque da Companhia flutuam sazonalmente.

O estoque da Companhia pode sofrer com vencimento, obsolescência, quebra e furto.

A Companhia depende de empresas de  cartão de crédito para vendas e financiamento ao consumidor.

A Companhia depende do seu centro de distribuição e qualquer interrupção ou falha na operação de seu centro poderá causar um efeito adverso para a Companhia.

Existem riscos para os quais a Companhia não possui cobertura de seguros e não há como garantir que as coberturas existentes serão suficientes.

As vendas da Companhia dependem em parte da eficácia de seus programas de propaganda e marketing.

A Companhia depende do sistema de transporte e de infraestrutura para entregar os produtos em suas lojas e aos seus clientes.

A Companhia e seus administradores estão sujeitos a riscos relacionados a disputas judiciais e administrativas , as quais podem afetar de forma adversa os resultados, negócios e imagem da Com panhia.

A instalação e operação das lojas e centros de distribuição da Companhia estão sujeitas a cadastros, autorizações, licenças e alvarás. A não obtenção , não   reno va ção ,   atrasos  ou  cancelamento   das   autorizações,   registros, licenças,   outorgas e  alvarás necessários  para a  instalação e  a operação de suas lojas e centros de distribuição pode ter impacto negativo na Companhia e seus negócios.

Rotatividade de colaboradores qualificados e em posições chave, alteração ou perda de integrantes da alta administração da Companhia e uma atenuação de sua cultura organizacional, podem causar repercussão indesejada e significante às suas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

A Companhia pode enfrentar dificuldades em ampliar a quantidade de lojas físicas e expansão dos seus negócios.

A Companhia pode não distribuir dividendos.

O código de ética da Companhia e seus controles internos, bem como os contratos celebrados com seus fornecedores podem falhar ou não ser suficientes para evitar violações de leis de combate à corrupção e fraudes e práticas  irregulares   por   parte   seus  administradores,  empregados  e fornecedores,     podendo   ocasionar   impactos   materiais   e   adversos   nos negócios da  Companhia,   situação financeira, resultados operacionais , reputação e cotação de mercado das ações de emissão da Companhia.

O capital da Companhia é detido por um grupo de acionistas que pode ter interesses conflitantes com os da Companhia.

As subsidiárias da Companhia são ou podem ser parte em processos judiciais nos quais a Companhia poderá ser solidária ou subsidiariamente responsável.

Eventual processo de recuperação judicial ou falência da Companhia ou de suas subsidiárias pode ser conduzido em bases consolidadas.

Os resultados da Companhia podem ser afetados, caso a Companhia não consiga manter seus atuais percentuais de bonificações ou descontos na aquisição de produtos com os fornecedores.

É possível que determinados fornecedores utilizem práticas irregulares e a Companhia seja prejudicada, bem como a Companhia pode ser responsabilizada por obrigações trabalhistas e previdenciárias de fornecedores terceirizados.

A Companhia pode figurar como responsável solidária pelos danos ambientais causados por seus fornecedores.

Alterações na cadeia de fornecimento de determinados produtos podem afetar a Companhia de forma adversa.

Risco de crédito de clientes: Reduções do poder aquisitivo dos consumidores e a ciclos econom1cos impac tam rapidamente e de forma significativa os resultados da Companhia. Neste sentido, o sucesso da atuação da Companhia depende de vários fatores relacionados ao consumo e à renda dos consumidores, inclusive das condições dos negócios em geral, da taxa de juros, da inflação, da disponibilidade  de crédito ao consumidor, existência de epidemias ou pandemias (como o alcance e a duração do impacto da atual pandemia do COVID-19, incluindo redução na demanda de consumidores, diminuição das vendas, e fechamento temporário generalizado de lojas), da t ribut ação, da confiança do consumidor  nas condições econômicas futuras e dos níveis de emprego e renda. Condições econômicas desfavoráveis no Brasil ou no mundo, refletidas na economia brasileira, podem reduzir significativamente o consumo e a disponibi lidade de renda (principalmente das classes com menor poder aquisitivo), torn ar as condições de refinanciamento de dívida mais restritas e causar maior sensibilidade a aumentos na taxa de desemprego. Histor icamente, o setor de varejo  foi negativamente afetado em virtude  de  períodos  de  desaquecimento  econômico, result ando em uma redução do consumo. Assim, a redução do poder aquisitivo dos consumidores e condições econômicas adversas podem afetar os resultados da Companhia de forma negativa e subst ancial.

Direito consumerista no Brasil: O Código de Defesa do Consumidor e demais normas consumeristas são rigorosas e atribu em o ônus da prova aos fornecedores. A defesa dos direitos dos consumidores pode ser garantida tanto por meio de ações individuais quanto por ações coletivas. Neste sentido, autoridades estaduais ou federais, por intermédio de órgãos da administração pública direta ou indireta, em particular a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) e pelo Mini stério Público, ou por associações de proteção ao consumidor têm competência para ajuizar ações em face da Companhia, caso entendam que os direitos dos consumidores est ej am sendo feridos. Referidas ações podem alegar, por exemplo, que os serviços da Companhia não foram adequadamente prestados, que seus produtos não são adequados para uso ou não contêm informações adequadas, dentre outras possíveis alegações. Os negócios, reputação e resultados da Companhia podem ser afetados de forma adversa caso a Companhia seja responsabilizada em um processo j udicial desta natureza.

O segmento de varejo é altamente competitivo no Bras il, o que pode afetar adversamente   a   participação   de   mercado   da   Companhia   e, conseque nte me nte , seus resultados operacionais.

Incertezas relativas a mudanças de padrão de consumo trazidas pela transformação digital  podem impactar  e canibalizar  vendas do varejo físico e atacado.

A Companhia pode ser responsabilizada por perdas causadas por seus serviços ou produtos aos consumidores, o que pode afetar adversamente seus resultados.

A regulamentação da internet no Brasil é recente e ainda limitada e várias questões legais relacionadas à internet são incertas.

As leis e regulamentos ambientais e de saúde e segurança do trabalho podem exigir dispêndios maiores que aqueles atualmente incorridos pela Companhia para seu cumprimento e o descumprimento dessas leis e regulamentos pode resultar em penalidades civis, criminais e administrativas

O   surto   de   doenças   transmissíveis  em   todo  o   mundo,   como   o   atual coronavírus (COVID-19 ),  pode levar a uma maior volatilidade  no mercado de  capitais global e  resultar em  pressão negativa sobre a economia  mundial e a economia brasileira, impactando o mercado de negociação das ações de emissão da Companhia.

A volatilidade e a baixa liquidez no mercado de capitais brasileiro e/ ou das ações de emissão da Companhia poderão limitar a capacidade de venda das ações pelo preço e momento desejados.

O Governo Federal exerceu e continua a exercer influência  significativa sobre a economia do país. Essa influência , bem como a conjuntura

econômica brasileira, pode  causar  um efeito adverso  relevante  nas atividades e nos resultados operacionais e mesmo no preço das ações de emissão da Companhia.

Os esforços governamentais para combater a inflação poderão prejudicar o crescimento da economia brasileira e as atividades da Companhia.

Qualquer rebaixamento na classificação de crédito do Brasil poderá afetar adversamente o preço de negociação das ações de emissão da Companhia.

A instabilidade política tem afetado adversamente a economia brasileira, os negócios e os resultados das operações da Companhia, podendo afetar também o preço de negociação de suas ações.

Limitação substancial na capacidade de os acionistas venderem as ações da Companhia pelo preço e na ocasião que desejarem, devido à volatilidade e à falta de liquidez do mercado brasileiro de valores mobiliários, poderão afetar adversamente o valor da sua negociação.