Tecnisa-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

O negócio da Companhia, os resultados de suas operações, bem como o valor de suas ações podem ser afetados negativamente  por condições macroeconômicas, condições do mercado imobiliário e outras condições de execução dos projetos .

Eventuais falhas na execução e atrasos no cumprimento do prazo de construção e conclusão dos empreendimentos imobiliários da Companhia, bem como de empreendimentos imobiliários de terceiros, poderão prejudicar sua reputação , sujeitar-lhe a eventual imposição de indenizações, diminuir sua rentabilidade e, consequentemente, afetar adversamente a Companhia.

A aquisição de terrenos para futuras incorporações é feita com base em premissas técnicas e de mercado, as quais podem não se realizar

Caso a Companhia não consiga consolidar sua estratégia de crescimento, no todo ou em parte, como planejado, a Companhia poderá ser afetada adversamente.

O crescimento futuro da Companhia poderá exigir capital adicional, que poderá não estar disponível ou poderá não ter condições satisfatórias.

A Companhia está sujeita a risco de concentração em seu banco de terrenos.

O valor de mercado dos terrenos que a Companhia mantém em estoque pode cair, o que poderá impactá-la adversamente.

Decisões desfavoráveis em processos judiciais ou administrativos podem afetar adversamente a Companhia.

O surgimento de novos modelos e plataformas de negócios podem transformar o mercado imobiliário.

A perda de membros da alta administração da Companhia, ou a incapacidade de atrair e manter pessoal adicional para integrá-la, pode ter um efeito adverso relevante sobre a Companhia.

Os interesses dos diretores e, em alguns casos excepcionais, dos profissionais em cargo de liderança da Companhia podem ficar excessivamente vinculados à cotação das ações de emissão da Companhia, uma vez que parte de sua remuneração poderá ser de benefícios referenciados no valor ou na valorização de ações de emissão da Companhia.

O descasamento entre as taxas utilizadas para a indexação das receitas da Companhia e as taxas utilizadas para a indexação de suas despesas poderá afetar adversamente a Companhia.

O endividamento da Companhia pode diminuir sua habilidade de obter recursos adicionais para financiar suas operações, limitar suas habilidades de reagir às mudanças da economia ou da indústria imobiliária e afetar adversamente a Companhia.

A Companhia possui cláusulas restritivas à capacidade de endividamento (“covenants “) em seus contratos de dívidas. O não cumprimento desses covenants pode causar o vencimento antecipado dessas dívidas.

A Companhia pode não dispor de seguro suficiente para se proteger contra perdas substanciais.

O código de conduta e os controles internos da Companhia , bem como os contratos celebrados com os fornecedores podem  não   ser suficientes  para prevenir, evitar ou detectar  violações de  leis de  combate à corrupção e fraudes e práticas irregulares por part e de seus admin istradores, empregados e fornecedores.

A Companhia está exposta a falhas, deficiências ou inadequação de processos, metodologias e mecanismos de controles internos, indisponibilidade de sistemas, erros humanos ou má conduta.

A Companhia estará sujeita a riscos relativos ao não cumprimento da nova lei Geral de Proteção de Dados Pessoais, podendo ser afetada adversamente pela aplicação de sanções, inclusive pecuniárias.

A Companhia pode ser alvo de tentativas de ameaças cibernéticas no futuro.

Pelo fato de a Companhia reconhecer a receita de vendas proveniente de seus empreendimentos segundo o método contábil da evolução financeira da obra, o ajuste do custo de um projeto de incorporação poderá reduzir ou eliminar a receita e o lucro anteriormente apurados.

Os detentores das ações de emissão da Companhia podem não receber dividendos ou juros sobre o capital próprio

A Companhia poderá necessitar de capital adicional e optar por obter esses recursos por meio da emissão de ações ou de valores mobiliários conversíveis em ações, o que poderá ocasionar a diluição das respectivas participações societárias dos acionistas no capital social da Companhia.

Os detentores de American Depositary Receipts (“ADRs”) da Companhia poderão ter dificuldades para exercer seus direitos de acionistas a menos que exista uma declaração de registro em vigor que cubra esses direitos, ou caso alguma isenção a essa necessidade de registro seja aplicável.

Os interesses dos acionistas controladores da Companhia podem entrar em conflito com os interesses dos investidores.

A Companhia possui um grupo de controle que detêm menos de 50% do capital social da Companhia , caso essa participação venha a ser diluída substancialmente, a Companhia poderá ficar suscetível a alianças entre os demais acionistas, conflitos entre acionistas, bem como outros eventos decorrentes da ausência de um acionista controlador ou grupo de controle.

Caso as parcerias da Companhia não sejam bem-sucedidas, ou caso a Companhia não consiga manter um bom relacionamento com seus sócios, a Companhia poderá ser adversamente afetada.

A associação da Companhia com outras entidades em Sociedades de Propósito Específico {“SPEs”) pode trazer riscos financeiros e comerciais adicionais, que podem afetar os negócios e o valor das ações da Companhia.

Risco associados à concessão de financiamentos a parceiros.

A Companhia é uma holding e depende das distribuições de lucro de suas Controladas e Coligadas para obter fluxo de caixa.

Eventual processo de liquidação da Companhia ou de suas controladas pode ser conduzido em bases consolidadas.

Aumentos no preço de matérias-primas podem elevar o custo de empreendimentos e reduzir os  lucros  da Companhia .

Eventuais atrasos ou falhas na prestação de serviços por empresas terceiras contratadas pela Companhia podem ter um efeito adverso em sua imagem e em seus negócios e sujeitá-la à imposição de responsabilidade civil.

A utilização de mão -de-obra terceirizada pode implicar a assunção de obrigações de natureza trabalhista e previdenciária

A Companhia pode ser afetada pela indisponibilidade de crédito para seus clientes e por inadimplementos de seus clientes em financiamentos concedidos.

A Companhia está sujeita a distratos imobiliários, o que pode impactar negativamente sua receita.

O setor imobiliário no Brasil é altamente competitivo e a Companhia pode perder posição no mercado em certas circunstâncias.

A Companhia está exposta a riscos associados à incorporação imobiliária, construção e venda de imóveis.

A alteração das condições de mercado poderá prejudicar a capacidade da Companhia de vender seus empreendimentos e unidades disponíveis pelos preços previstos, o que poderia reduzir as margens de lucro da Companhia e afetá-la adversamente.

A falta de recursos disponíveis para financiamentos no mercado pode prejudicar a capacidade ou disposição dos potenciais compradores de  imóveis de  financiar suas aquisições, o  que  pode vir a afetar negativamente  as vendas da Companhia e a obrigar a alterar as condições de financiamento que oferece aos seus clientes.

A Companhia poderá enfrentar dificuldades para localizar terrenos atraentes e aumentos no preço de terrenos poderão elevar seus custos de vendas, diminuir seu lucro e afetá-la adversamente.

O desenvolvimento de atividades imobiliárias implica riscos normalmente associados à concessão de financiamentos.

As atividades da Companhia estão sujeitas a extensa regulamentação, o que pode vir a aumentar o custo e limitar o desenvolvimento ou de outra forma afetar adversamente a Companhia.

Alterações da   legislação   tributária   brasileira   poderão   aumentar   a   carga   tributária   da   Companhia,   e consequentemente, impactar adversamente os resultados operacionais da Companhia.

O aumento de alíquotas de tributos existentes e a criação de novos tributos que afetem os financiamentos vigentes da Companhia poderão prejudicá-la de maneira relevante .

Modificações nas práticas contábeis adotadas no Brasil em função de sua convergência às normas internacionais de contabilidade {IFRS) podem afetar adversamente os resultados da Companhia.

As atividades de aquisição de propriedades e construção de empreendimentos pela Companhia podem expô-la a riscos ambientais que poderiam afetá-la adversamente.

Os imóveis de propriedade da Companhia, controladas ou coligadas, podem ser desapropriados.

A instabilidade política pode prejudicar os resultados operacionais da Companhia.

Acontecimentos políticos, econômicos e sociais e a percepção de riscos em outros países, sobretudo em países de economia emergente, podem prejudicar o valor de mercado dos valores mobiliários brasileiros.

Concentração bancária no Brasil pode prejudicar a disponibilidade e o custo do crédito

A volatilidade e a iliquidez inerentes ao mercado de valores mobiliários brasileiro poderão limitar substancialmente a capacidade dos investidores de venderem ações ordinárias de emissão da Companhia ao preço e no momento desejados.

Qualquer degradação da classificação de crédito do Brasil (rating) pode afetar negativamente o preço das ações ordinárias de emissão da Companhia

O Governo Federal exerceu e continua a exercer influência significativa sobre a economia brasileira. Essa influência, bem  como a conjuntura econômica e  política brasileira, poderá vir a causar efeito adverso relevante nas atividades da Companhia e no preço de mercado de suas ações.

A instabilidade cambial pode prejudicar a economia brasileira e os resultados operacionais da Companhia, bem como o valor de mercado de suas ações.