Asa Branca Holding-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A extensão da pandemia declarada pela Organização Mundial da Saúde devido à propagação da COVID-19 ou o futuro surto de quaisquer outras doenças altamente infecciosas ou contagiosas, a percepção de seus efeitos, ou a forma como a pandemia afetará nossos negócios depende de desenvolvimentos futuros que são incertos e imprevisíveis e podem afetar material e adversamente nossos negócios, condição financeira, resultados de operações e fluxos de caixa e, finalmente, nossa capacidade de continuar a desenvolver e realizar nossas atividades.

A operação e manutenção das instalações e equipamentos de geração de energia da Companhia envolvem riscos significativos que podem afetar adversamente seus negócios, resultados operacionais e situação financeira.

A Companhia e suas usinas podem não ser capazes de gerar toda a energia a que se obrigaram contratualmente, o que pode ter um efeito adverso relevante sobre a Companhia.

Eventuais falhas de operação em algumas das usinas ou catástrofes naturais podem afetar significativamente as operações da Companhia.

Os projetos de energia eólica controlados pela Companhia enfrentam incertezas consideráveis, incluindo desafios operacionais.

A Companhia é responsável por quaisquer perdas e danos causados a terceiros resultantes da não prestação e/ou prestação de serviço inadequado de geração de energia por suas usinas, como, por exemplo, interrupções e/ou falhas.

A Companhia não pode assegurar que as Autorizações emitidas em benefício de suas usinas serão renovadas e, se renovadas, que os novos termos e condições estabelecidos serão favoráveis à Companhia. O negócio da Companhia poderá ser afetado negativamente caso não seja possível renovar suas Autorizações, ou garantir condições favoráveis nas suas renovações.

As  Autorizações  estão sujeitas à  rescisão antecipada, o que  pode gerar perdas nos  seus resultados. Além disso, a Companhia pode não conseguir cumprir os termos das Autorizações, o que poderia resultar em multas, outras sanções e, dependendo da gravidade do descumprimento, na revogação das Autorizações.

O desenvolvimento de atividades em usinas da Companhia está sujeito a permissões e licenças.

Resilição ou extinção dos CCEARs ou dificuldade na recontratação de geração de energia após o término dos atuais PPAs podem impactar os resultados operacionais futuros da Companhia.

Eventos de Constrained-off podem afetar negativamente a operação e os resultados da Companhia.

A perda de membros da alta administração, ou a incapacidade de atrair e manter pessoal adicional para integrá-la, pode ter um efeito adverso relevante sobre a Companhia.

A Companhia pode enfrentar situações de potencial conflito de interesses em negociações com partes relacionadas.

Decisões desfavoráveis em processos judiciais ou administrativos podem causar efeitos adversos para a Companhia.

A Companhia pode falhar em detectar comportamentos contrários à legislação e regulamentação aplicáveis e aos seus padrões de ética e conduta, o que pode ocasionar impactos adversos relevantes sobre seus negócios, sua situação financeira, seus resultados operacionais e sobre a cotação de suas ações ordinárias.

A Companhia pode não dispor de seguro suficiente para se proteger contra perdas substanciais.

A Companhia possui cláusulas restritivas à capacidade de endividamento (“Covenants”) em seus contratos de dívidas. O não cumprimento desses Covenants pode causar o vencimento antecipado dessas dívidas.

A Companhia está sujeita a riscos associados ao não cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados e pode ser afetada adversamente pela aplicação de multas e outros tipos de sanções.

Altos custos de manutenção e renovação das usinas da Companhia.

A Companhia e suas controladas estão sujeitas ao risco de crédito diante da possibilidade de incorrerem em perdas decorrentes de inadimplência de seus clientes ou de instituições financeiras depositárias de recursos de caixa e equivalentes de caixa ou contrapartes de seus instrumentos financeiros.

A Companhia e suas controladas podem não dispor de recursos suficientes para cumprir com suas obrigações associadas aos passivos financeiros que serão liquidados com caixa e equivalentes de caixa ou aplicações financeiras.

Os interesses  dos  acionistas  controladores  da  Companhia  podem  entrar  em  conflito  com  os interesses de outros detentores de suas ações ordinárias.

Os resultados da Companhia dependem dos resultados de suas controladas.

Eventual processo de liquidação da Companhia ou de suas controladas pode ser conduzido em bases consolidadas.

A utilização de mão-de-obra terceirizada pode implicar na assunção de obrigações de natureza trabalhista e previdenciária.

Alguns problemas com subcontratadas podem afetar a Companhia de forma solidária.

Custos de contratação podem variar de acordo com a demanda de mercado devido à limitação do número de fornecedores.

A eventual redução da capacidade de pagamento dos clientes da Companhia pode afetar adversamente a condução dos seus negócios e resultados.

Concentração de clientes da Companhia: A Companhia está comprometida em CCEARs com um número limitado de clientes ou com clientes concentrados em um mesmo grupo econômico. Nesses casos, os fluxos de caixa e os resultados das operações dependem da capacidade contínua destes compradores de energia. Desta forma, a perda de um CCEAR ou o inadimplemento de um de seus clientes pode ter um impacto adverso significativo nos negócios, nos resultados das operações, na condição financeira e na capacidade de pagamento da Companhia.

A Companhia está sujeita à regulamentação abrangente de suas atividades pelo governo brasileiro e não pode ter certeza do efeito que alterações na legislação poderão causar em seus negócios, situação financeira e resultados operacionais.

A incapacidade de a Companhia prever, influenciar ou responder adequadamente a mudanças na Lei ou na regulamentação, bem como determinar a possibilidade e as condições para a prorrogação do prazo das suas Autorizações, pode afetar negativamente os resultados operacionais da Companhia.

As atividades da Companhia estão sujeitas a ampla regulamentação socioambiental que podem se tornar mais rigorosa no futuro e resultar em maiores responsabilidades e investimentos de capital.

A instabilidade política e econômica no Brasil pode afetar adversamente nossos negócios e os resultados de nossas operações.

Desenvolvimentos e mudanças na percepção dos investidores sobre risco em outros países, especialmente nos Estados Unidos, Europa e outros países emergentes, podem afetar material e adversamente a economia brasileira.

Alterações na legislação tributária, incentivos fiscais, benefícios ou diferentes interpretações da legislação tributária podem afetar adversamente os resultados das operações da Companhia.

A Companhia e seus ativos estão sujeitos aos efeitos da política econômica praticada pelo Governo Federal.