Laboratório Teuto Brasileiro-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A extensão da pandemia do COVID-19, a percepção de seus efeitos, ou a forma pela qual tal pandemia impactará nossos negócios depende de desenvolvimentos futuros, que são altamente incertos e imprevisíveis, podendo resultar em um efeito adverso relevante em nossos negócios, reputação, condição financeira, resultados das operações e fluxos de caixa e, finalmente, nossa capacidade de continuar operando nossos negócios.

A indústria farmacêutica e alimentícia é caracterizada pela inovação tecnológica e a estratégia dessas atividades passa pela nossa capacidade de aperfeiçoar e maximizar serviços existentes e desenvolver novos serviços.

Podemos não conseguir implementar totalmente nossa estratégia de negócios.

Podemos ser incapazes de desenvolver novos produtos de sucesso, o que poderá afetar adversamente nossa situação financeira e resultados.

Estamos sujeitos a cumprir determinações dos órgãos sanitários federal e local de recai/ de medicamentos, o que poderá afetar adversamente nosso negócio.

Estamos sujeitos a flutuações significativas de demanda em decorrência de variação na contratação para compra de nossos produtos e medicamentos, principalmente pelo Poder Público.

Estamos sujeitos à aplicação de condenação em processo judicial e suspensão  temporária de contratar com a Administração Pública ou de recebermos, direta ou indiretamente, benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, por três anos, decorrente de Ação de Improbidade Administrativa.

Dependemos de nossa força de vendas especializada para gerar receita líquida e os níveis desejados de reconhecimento do produto e da nossa marca.

O nosso sucesso depende extensamente de nossa capacidade em antecipar e responder em tempo hábil às demandas dos médicos.

Nossa exposição à volatilidade dos custos e demais eventos relacionados aos nossos insumos poderá causar um efeito material adverso nas nossas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

Podemos não ser capazes de proteger nossos direitos de propriedade intelectual ou utilizá-los de forma eficaz, bem como manter o direito ao uso de propriedade intelectual de terceiros.

Falhas, interrupções em nossos sistemas de tecnologia da informação ou incidentes de segurança cibernética podem resultar em danos reputacionais e financeiros.

Se a reputação de uma ou mais das nossas marcas líderes se desgastar significativamente, esse fato poderá causar um impacto relevante na nossa condição financeira.

Falhas nos nossos sistemas, políticas e procedimentos de gestão de riscos poderão afetar adversamente os nossos negócios.

Podemos ser material e adversamente afetados por falhas nos nossos processos de governança, gestão de riscos e compliance, bem como por violações da Lei Anticorrupção brasileira, leis anticorrupção similares e Lei Antitruste.

Podemos não ser capazes de honrar com as obrigações assumidas no âmbito de nossa 1ª emissão de debêntures, o que pode levar à excussão da alienação fiduciária sobre as ações de nossa emissão, podendo resultar em venda em lote das ações alienadas fiduciariamente e eventual queda do preço da ação em B3.

Perdas não cobertas pelos seguros contratados podem resultar em prejuízos e na dificuldade para contratação de apólices, o que poderá gerar efeitos adversos sobre os nossos negócios.

Decisões desfavoráveis ou desdobramentos de investigações em processos administrativos, judiciais ou arbitrais podem ter um efeito adverso relevante sobre nós.

A perda de membros da nossa alta administração, assim como de funcionários qualificados, e/ou a incapacidade de atrair e manter conselheiros, diretores e funcionários qualificados podem causar um efeito adverso sobre as nossas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

Estamos sujeitos a riscos associados ao não cumprimento das leis relativas à proteção de dados pessoais e da Lei Geral de Proteção de Dados, sendo que poderemos ser afetados adversamente pela aplicação de multas e outros tipos de sanções.

Quantidades substanciais de informações sobre os nossos produtos, clientes, funcionários e negócio são armazenados eletronicamente e estão sujeitos a ameaças de destruição, perda, alteração ou outras intrusões.

Incêndios, acidentes ou outros desastres naturais podem afetar as nossas instalações e a nossa estrutura de custos, podendo causar um efeito adverso relevante sobre nossos negócios, resultados operacionais e imagem.

Se não formos capazes de renovar nossas linhas de crédito, ter acesso a financiamentos ou emitir valores mobiliários no mercado de capitais em condições atrativas, poderemos sofrer um efeito adverso relevante.

Podemos não ser capaz de cumprir com índices financeiros previstos em contratos que compõem o nosso endividamento.

Uma paralisação ou greve significativa da nossa força de trabalho pode afetar as nossas operações.

Alterações na disponibilidade e nos custos de energia e de outros serviços públicos podem nos afetar substancial e adversamente.

No caso de virmos a precisar de capital adicional no futuro, por meio da emissão de valores mobiliários, poderá haver uma diluição da participação de nossos acionistas.

Os nossos acionistas podem não receber dividendos ou juros sobre o capital próprio.

A adoção de novas práticas contábeis ou a mudança na interpretação de políticas contábeis críticas pela Companhia poderá impactar substancialmente o nosso resultado.

Poderemos perder a propriedade de alguns imóveis adquiridos por força de escrituras públicas de compra e venda com cláusulas resolutivas expressas.

Poderemos ser obrigados a desocupar o imóvel onde funciona o nosso armazém e centro de distribuição da nossa filial de Cotia/SP, o que poderá impactar adversamente nosso resultado operacional.

Os imóveis de nossa propriedade podem ser desapropriados, o que poderá impactar adversamente nosso resultado operacional.

Estamos sujeitos a potenciais conflitos de interesses envolvendo transações com partes relacionadas.

Imediatamente após a conclusão da nossa abertura de capital, continuaremos sendo controlados por um bloco de controle, cujos interesses poderão ser conflitantes com os interesses dos nossos demais acionistas.

Se formos incapazes de obter insumos, incluindo princípios ativos, ou se os custos dos insumos que utilizamos aumentarem substancialmente, nossas operações poderão ser adversamente impactadas.

Alguns insumos necessários para a produção de determinados medicamentos possuem fornecedores únicos cadastrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (“ANVISA ‘J, e a interrupção do fornecimento de tais insumos pode afetar nosso desempenho operacional e financeiro.

Possuímos acordos comerciais com parceiros internacionais para fornecimento de produtos que são comercializados no Brasil, sendo que, quaisquer alterações na legislação aplicável ou fatores macroeconômicos poderão afetar adversamente a nossa situação financeira e nossos resultados operacionais.

Podemos ser adversamente afetados em caso de atrasos nas alfândegas.

Não há garantia de que os nossos fornecedores e prestadores de serviço não venham a se utilizar de práticas irregulares.

Podemos ser responsabilizados por incidentes com consumidores relacionados a reações adversas após o uso dos produtos que fabricamos.

Atuamos em segmento de alta concorrência, tendo como competidores desde pequenas empresas a grandes multinacionais, o que poderá causar um efeito material adverso nas nossas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

Alterações na cadeia produtiva e de fornecimento na indústria farmacêutica brasileira poderão ter efeito adverso nos nossos negócios

O processo de fabricação dos produtos comercializados por nós é altamente complexo e uma interrupção em nossas fábricas ou em nossa cadeia de suprimento poderá afetar adversamente nosso negócio, condição financeira ou resultados operacionais.

Estamos sujeitos a complexa regulamentação da indústria farmacêutica e alimentícia brasileira, o que poderá causar um efeito adverso nas nossas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

Estamos sujeitos à regulamentação de controle de preços de medicamentos, sendo que tais situações podem limitar nossas margens e nossa capacidade de repassar o aumento de custos aos nossos clientes, o que poderá causar um efeito adverso nas nossas atividades, situação financeira e resultados operacionais.

Mudanças nas leis e regulamentações aplicáveis ao setor farmacêutico, especialmente no tocante à promoção e propaganda desses produtos, poderão nos afetar adversamente.

Estamos sujeitos às penalidades previstas na Lei de Licitações, na Lei do Pregão e na Nova Lei de Licitações, tendo em vista que possuímos contratos celebrados com entidades da Administração Pública.

Estamos sujeitos à fiscalização de órgãos de controle, como os Tribunais de Contas Estaduais e o Ministério Público Estadual, em razão dos processos públicos de contratação conduzidos por Municípios.

Enfrentamos riscos relativos aos cadastros, autorizações, licenças e alvarás para instalação e operação de nossas unidades.

Os nossos resultados operacionais poderão ser impactados por alterações na legislação tributária brasileira, por resultados desfavoráveis de contingências tributárias ou pela modificação, suspensão ou cancelamento de benefícios fiscais/regimes especiais.

Eventual aumento nas despesas de pessoal devido às novas exigências regulatórias ou às negociações trabalhistas desfavoráveis podem nos afetar adversamente.

As exportações dos nossos produtos estão sujeitas a uma ampla gama de riscos, as quais poderão nos afetar adversamente.

Barreiras comerciais, alterações nas leis, restrições de remessa e outros podem alterar a nossa relação com parceiros estrangeiros.

Atuamos em segmentos de produtos cuja fabricação exige a utilização de substâncias potencialmente tóxicas e resulta na geração de resíduos sólidos e efluentes com potencial contaminante. Acidentes ou a manipulação equivocada de insumos químicos ou sua disposição incorreta no ambiente podem gerar danos ambientais consideráveis nas proximidades de nossas instalações operacionais e afetar negativamente nossa reputação, a percepção de nossas marcas e nossos resultados.

O gerenciamento inadequado dos resíduos sólidos gerados em nossos estabelecimentos e o risco de eventual contaminação em razão das atividades desenvolvidas pode afetar adversamente o nosso negócio.

A ausência de outorgas para uso de recursos hídricos poderá afetar adversamente as nossas atividades.

As leis e regulamentos ambientais e de saúde e segurança do trabalho podem ex1g1r dispêndios maiores que aqueles em que atualmente incorremos para seu cumprimento e o descumprimento dessas leis e regulamentos pode resultar em penalidades civis, criminais e administrativas.

Preocupações crescentes com as alterações climáticas podem levar à exigência de medidas regulatórias adicionais, que podem resultar em um aumento de custos para cumprimento destas regulações.

Desenvolvimentos e mudanças na percepção dos investidores sobre risco em outros países, especialmente nos Estados Unidos, países da Europa e outros países emergentes, podem afetar material e adversamente a economia brasileira e o valor de mercado dos valores mobiliários brasileiros, incluindo as nossas ações.

A instabilidade política e econômica no Brasil pode afetar adversamente nossos negócios, resultados de suas operações e o preço de negociação de nossas ações.

A inflação e as medidas do Governo Federal para combater a inflação podem contribuir significativamente para a incerteza econômica no Brasil e podem ter um efeito adverso sobre nós e sobre o preço de mercado das nossas ações ordinárias.

O governo federal exerceu e continua a exercer influência significativa sobre a economia brasileira. Essa influência, bem como a conjuntura econômica e política brasileira, podem ter um efeito material adverso sobre nós.

Possíveis eventos de instabilidade na taxa de câmbio poderão nos afetar de forma adversa.

Variações nas taxas de juros podem aumentar os nossos custos de endividamento e, consequentemente, ter um efeito adverso em nossos resultados operacionais.

A não implementação de reformas críticas para aprimorar o sistema tributário e previdenciário brasileiro, a legislação trabalhista e outras áreas-chave para a vitalidade macroeconômica brasileira podem nos afetar adversamente.

Qualquer queda adicional no rating de crédito do Brasil pode afetar adversamente o preço de negociação das nossas ações ordinárias.

A volatilidade e a falta de liquidez inerente ao mercado brasileiro de valores mobiliários podem limitar significativamente a capacidade dos investidores de venderem nossas ações ordinárias pelo preço e na ocasião que desejarem.