TCP-Principais Riscos

Os riscos que a própria Companhia enxerga e assume, relacionados as suas atividades

A Companhia pode encontrar dificuldades na implementação de sua estratégia.

A Companhia necessita de capital intensivo de curto e longo prazo para implementar a sua estratégia ele crescimento. Dessa maneira, a Companhia poderá contrair novas dívidas ou realizar aumentos ele capital.

A perda ele membros ela administração junto com a incapacidade de retenção ou atração ele membros com experiência e nível técnico similares pode afetar adversamente a Companhia.

As operações da Companhia estão sujeitas a potenciais catástrofes, acidentes, greves, desastres naturais e outros eventos imprevisíveis que poderão afetar adversamente os resultados ela Companhia.

Gastos e/ou investimentos acima do esperado podem prejudicar o crescimento e o desenvolvimento dos negócios, o que pode causar um efeito adverso para a Companhia.

Determinadas negociações de convenções coletivas ou acordos coletivos de trabalho podem ser concluídos em termos não favoráveis para a Companhia.

Decisões desfavoráveis em processos judiciais, administrativos ou arbitrais podem afetar adversamente os resultados da Companhia.

As apólices de seguros contratadas podem não ser suficientes para determinados riscos do negócio.

Os operadores ele ter minais em porto público são obrigados a utilizar trabalhadores portuários registrados no Órgão Gestor da Mão de Obra – OGMO além ele contratar trabalhadores portuários com vínculo empregatício. O custo deste tipo de contratação pela Companhia poderá aumentar caso seja obrigada a contratar apenas trabalhadores registrados no OGMO.

A Companhia poderá ter que responder solidariamente com o OGMO pela remuneração devida ao trabalhador portuário avulso e pelas indenizações decorrentes de acidente de trabalho.

As alterações nas normas trabalhistas aplicáveis ao setor portuário, implementadas pela Lei elos Portos, podem impactar negativamente a produtividade e os resultados operacionais ela Companhia.

A alteração dos níveis de armazenagem da Companhia pode sofrer variações em função de fatores externos independentes a gerência da Companhia.

O controle indireto da Companhia está concentrado em um único acionista, cujos interesses podem ser conflitantes com os interesses de outros investidores.

A Companhia está sujeita a políticas internas de alçada e processos internos de governança corporativa estabelecidos pela China Merchants que podem impactar negativamente a agilidade dos administradores na condução das atividades da Companhia.

A Companhia pode figurar como responsável solidário ou subsidiário das disputas trabalhistas ele prestadores ele serviços.

Os fornecedores ela Companhia podem aumentar o valor ele seus produtos e/ou serviços, alterando a estrutura de custos atual, afetando ele maneira adversa o resultado financeiro e operacional.

Riscos relacionados à terceirização de parte das atividades de serviços dedicados à cadeia de suprimentos e de transporte de cargas gerais podem afetar adversamente a Companhia.

Como prestador de serviços com ativos fixos relevantes, os resultados ela Companhia dependem elo volume ele negócios nos setores em que seus clientes atuam.

As receitas da Companhia são concentradas nas principais companhias de navegação.

O setor de terminais portuários de contêineres poderá se tornar mais competitivo.

O volume geral elo comércio exterior no Brasil está diretamente correlacionado co m a demanda do serviços prestados pela Companhia.

A demanda por serviços da Companhia é cíclica e pode estar sujeita a flutuações sazonais, o que pode impactar o seu resultado operacional.

Atrasos nas vistorias elos órgãos públicos podem afetar significativamente o fluxo ele negócios  nos portos nos quais a Companhia possui terminais e assim afetar o crescimento da movimentação de contêineres.

A atividade da Companhia de exploração de terminal portuário público, por meio do Contrato APPA, é considerada serviço público e está sujeita a diversas regulamentações governamentais, cujas alterações podem gerar um efeito adverso no resultado da Companhia. Além disso, as atividades da Companhia também podem ser afetadas adversamente por medidas governamentais.

A recente alteração trazida pela Lei dos Portos estabeleceu novos critérios para a exploração e arrendamento para a iniciativa privada ele ter minais ele movimentação ele carga dentro e fora ela área elo porto organizado (perímetro sob controle ela Autoridade Portuária). Tais alterações poderão aumentar a concorrência entre terminais portuários e afetar os resultados ela Companhia.

O Contrato APPA pode ser rescindido antes elo vencimento de seu prazo, mediante a ocorrência ele determinados eventos.

Nossos negócios, condição financeira e resultados operacionais podem ser afetados adversamente caso os mecanismos para restabelecimento do equilíbrio econômico-financeiro, em virtude ele aumento de custo ou redução de tarifas, não gerem tempestivamente um aumento do nosso fluxo de caixa.

Parte substancial dos ativos da Companhia é dedicada à prestação de serviço público, que devem ser revertidos ao Governo Federal ao fim dos contratos de arrendamentos, não estando disponíveis para a satisfação judicial de eventuais credores.

A Companhia depende da manutenção e contínua melhoria da infraestrutura de acesso ferroviário, rodoviário e aquaviário, no território brasileiro.

A Companhia está sujeita às leis e regulamentos que exigem o licenciamento das atividades. A falha na manutenção ou ausência de licenças necessárias à operação do terminal portuário pode impedir a condução regular elas atividades.

A Companhia poderá ter seus negócios afetados por leis e regulamentos ambientais e de segurança, as quais podem, ainda, exigir dispêndios maiores do que aqueles em que a Companhia atualmente incorre para seu cumprimento.